Voltar

Diferenças entre Design de Interiores e Home Staging

O que é home staging? Algumas vezes não damos conta de assimilar tantos termos novos. Bom, novo não é….. No entanto, até pouco tempo desconhecíamos que havia um trabalho que consistia em tornar sua casa muito mais atraente para futuros compradores. Pois bem, isso é o home staging. Levando em consideração sua função e onde atua (uma casa) não é de se estranhar que muita gente confunda com design de interiores. No entanto, não tem nada a ver. Comentaremos alguns pontos que irão te ajudar a entender melhor.

Todos nós sabemos o que é decorar ou desenhar um interior. Trata-se de buscar a renovação ou atualização de uma casa, tanto em sua parte funcional como estética. Um trabalho que tenta mudar as sensações ao cruzar o marco de uma porta, com cores e tecidos novos, mas também com um mobiliário de cozinha diferente ou com janelas maiores para que entre a luz.

Por outro lado, está o home staging. Neste caso, o principal objetivo é vender.

Poderíamos pensar que para isso fazem também um trabalho de interiorismo, mas não é bem assim. É uma cenografia da casa, prepará-la para ser vendida ou alugada. Trabalhos que fazem com que seja a mais chamativa possível para os compradores. Isso sim, com um investimento mínimo, algo que não estaríamos fazendo com o trabalho de um design de interiores integral. Começamos a entender?

O público é diferente

Talvez entenda-se melhor a diferença observando quem é o público em cada caso. Em um desenho de interiores, o profissional se dirige a família que ocupará a casa. É preciso conhece-los, saber suas idades, seus gostos, suas preferências e seus hobbies. Tudo isso tornará possível criar um espaço interior muito mais de acordo com as pessoas que viverão ali.

No caso do home staging este público é muito mais impessoal. O trabalho na casa deve ser enfocando em um possível comprador, e como podemos entender, pode ser qualquer pessoa. Assim, um bom trabalho de home staging deveria dar como resultado uma casa que agrade ao maior número de pessoas possível, independentemente de sua idade sexo ou gosto.

Funcionalidade X Vender

Enquanto um trabalho de interiorismo foca em aspectos como a comodidade do dia-a-dia e a funcionalidade, nos trabalhos de home staging priorizam outros detalhes. O que o home staging busca é destacar as características e a arquitetura da propriedade. Potencializar a parte boa… Por exemplo, se uma casa conta com muita luz, para que colocar cortinas? Talvez os possíveis compradores se interessem justamente por esta particularidade.

Questão de tons

Outra coisa curiosa é que nem tudo vale. Não, no home staging nem tudo vale. Pode ser que como particular, se você quiser um design de interiores, opte por um visual colorido. No entanto, um bom trabalho de home staging irá se inclinar por cores neutras. Cores pouco estridentes e estilos bem mais neutros. Novamente, não busca a cumplicidade por gostos, busca outras características em uma compra.

O limite da personalização

Enquanto em uma casa própria as fotografias podem aportar calidez, em uma casa que queremos vender não é assim. Um designer de interiores poderia criar um mural cheio de recordações. Um profissional de home staging não. O motivo? Muito simples… Está comprovado que as casas mais impessoais, aquelas que não contam com detalhes que a tornam muito pessoal, como as fotos, atraem melhor os compradores. Ou seja, a pessoa pode se imaginar vivendo ali. Por outro lado, as plantas sempre são bem-vindas.

Os móveis em ambos casos

Enquanto para um design de interiores os móveis são importantíssimos, para um home staging não. Um designer de interiores não pensará muito na hora de colocar móveis de maior qualidade, com medidas especiais que possam ser adaptadas a qualquer espaço. Funcionalidade, já sabemos…

No caso do home staging, busca-se poucos móveis e pequenos. Escolhidos com cuidado, sim, mas tentando não gastar muito e conseguindo que o resto dos cômodos não fiquem sem protagonismo.

Fonte: Adaptação de texto disposto no portal https://projetos.habitissimo.com.br