Tipos de Lajes

Publicado em: 19.11.2021

O que são Lajes?

As lajes são elementos estruturais planejados durante o Projeto Arquitetônico e dimensionados no Projeto Estrutural. Sua principal função é de transmitir esforços para as vigas e pilares. Além disso, também promove o travamento lateral das vigas e aumenta a estabilidade da estrutura.

Assim como os demais elementos de concreto, as lajes podem ser classificadas como moldadas in loco (concretadas em obra), pré-moldadas e pré-fabricadas.

Tipos de Lajes

Laje Lisa

A Laje Lisa é do tipo maciça e recebe esse nome por ser apoiada diretamente nos pilares, sem a utilização de capitéis ou vigas. O sistema resulta em uma laje mais espessa que a laje convencional (apoiada sobre vigas). A laje lisa normalmente é utilizada em edifícios de múltiplos andares.

A ausência de vigas gera uma continuidade das fôrmas, reduzindo os custos e tempo de execução desta etapa. O sistema de laje lisa permite o uso de janelas de topo e proporciona maiores áreas de iluminação e ventilação nos pavimentos em que é aplicado, em decorrência da eliminação das vigas no entorno da edificação.

Laje Cogumelo

A laje cogumelo é do tipo maciça de se apoia diretamente sobre pilares com capitéis, eliminando a presença das vigas.

O capitel é utilizado para reduzir o efeito de punção, que tende a “furar” a laje em decorrência da concentração de esforços nos pilares. A laje cogumelo é um método que visa aumentar a eficiência da laje lisa, sem abrir mão de suas vantagens.

O capitel se localiza nas adjacências do pilar onde a espessura da laje é aumentada, fazendo que se assemelhem a cogumelos, com o objetivo de elevar sua capacidade resistente nessa região.

Laje Convencional (sobre Vigas)

A laje convencional maciça é o tipo de laje mais utilizado no Brasil, principalmente pela facilidade de execução e cultura.

Dentre as vantagens da laje convencional está a pouca espessura da estrutura que, apesar de fina, resiste com facilidade ao esforços solicitantes (desde que projetada corretamente).

Por se tratar de um elemento relativamente simples quando comparado aos demais tipos de laje, e bastante difundido, acaba se mostrando mais vantajoso economicamente em diversas situações. Porém, sempre é interesse comparar com as demais soluções.

Laje Protendida

A laje protendida recebe este nome pois utiliza o sistema construtivo de concreto protendido.

A principal vantagem deste tipo de laje é sua capacidade de vencer grandes vãos, reduzindo o número de pilares necessários. Enquanto as lajes convencionais superam vãos de até 5m, as lajes protendidas podem recobrir com segurança vãos de até 12m.

Normalmente esse tipo de estrutura não é utilizada em residências de pequeno porte, pois exige mão de obra e equipamentos especializados, porém, acaba se tornando viável principalmente em empreendimentos com alto valor do m² pelo ganho de área útil.

Também pode ser uma opção mais econômica a depender da distância entre os pilares, graças à redução no uso de materiais.

Laje Steel Deck

A Laje Steel Deck é um tipo de laje mista composta por telha de aço galvanizado e concreto autoadensável, com espessura mínima de 50mm.

A telha apresenta função dupla, atuando como fôrma, para receber a camada de concreto, e armadura positiva de maneira similar ao que ocorre no concreto armado e concreto protendido.

A execução desse tipo de laje requer alto controle tecnológico, sendo necessário a contratação de empresas especializadas para realizar o içamento e instalação.

Laje Alveolar

A Laje Alveolar é um tipo de laje protendida pré-moldada, caracterizada pela presença de vazios, chamados de alvéolos, utilizados para reduzir o peso próprio do elemento e aumentar sua eficiência.

É uma estrutura muito utilizada em estacionamentos, shoppings e supermercados, devido a sua capacidade de superar grandes vãos e balanços, assim com a laje protendida maciça, sendo necessário um estudo comparativo para escolha da melhor opção.

A opção vem sendo cada vez mais utilizada em edificações sustentáveis devido a redução no uso de materiais e possibilidade de associação com os outros sistemas de forma eficiente.

Laje Nervurada

A Laje Nervurada se caracteriza pelo sistema de grelha projetado para otimizar o uso do material, eliminando o concreto que é pouco utilizado na resistência à tração (parte inferior da laje).

Esse tipo de laje apresenta uma redução significativa no uso de materiais e tempo de obra, e consequentemente da emissão da quantidade de CO2 oriundo da produção de concreto.

O processo de execução é relativamente simples, com materiais e equipamentos de fácil manuseio e aplicação, que acaba tornando uma opção viável para diversos empreendimentos.

Laje Treliçada

A laje treliçada é um tipo de laje pré-moldada, sendo um elemento estrutural que integra a superestrutura da edificação. É um compósito feito de uma base de concreto, em vigotas ou painéis, com uma armação de aço em formato de uma treliça ancorada e pode ser preenchida com cerâmica ou isopor (EPS).

Sua principal função é de transmitir esforços para outros elementos estruturais, como pilares e vigas, que posteriormente serão transmitidos para as fundações e finalmente ao solo, adquirindo outras características de acordo com o material de enchimento.

Matéria adaptada do portal: https://carluc.com.br/

Para ler a matéria na íntegra acesse: https://carluc.com.br/projeto-estrutural/tipos-de-lajes/

Sua principal função é de transmitir esforços para outros elementos estruturais, como pilares e vigas, que posteriormente serão transmitidos para as fundações e finalmente ao solo, adquirindo outras características de acordo com o material de enchimento.

Matéria adaptada do portal: https://carluc.com.br/

Para ler a matéria na íntegra acesse: https://carluc.com.br/projeto-estrutural/tipos-de-lajes/

string(0) ""